Netflix vai investir US$ 400 milhões na produção de séries originais

Por Redação | 05.02.2014 às 13:32

A Netflix anunciou a oferta de US$ 400 milhões em notas de crédito a seus investidores, um montante que a empresa pretende utilizar na produção de novas séries originais. Além disso, parte do investimento também servirá para melhorar os serviços da empresa na Europa ao longo de 2014, com nova infraestrutura e aquisição de novos licenciamentos de shows, por exemplo.

A ideia aqui é bater de frente com a HBO, sua principal rival no campo das produções originais. Apesar de terem campos de atuação sensivelmente diferentes, com a concorrente também tendo canais de TV além de seu serviço de streaming, o foco em conteúdo próprio é o mesmo. Embora já tenha obtido sucesso com séries como House of Cards e Orange is the New Black, a Netflix ainda não obteve uma unanimidade do porte de Game of Thrones ou Família Soprano, por exemplo.

A venda de títulos será encerrada no dia 19 de fevereiro, com as notas de crédito atingindo seu ponto máximo em março de 2024, data em que os investidores receberão de volta o valor passado à empresa, com um acréscimo de 5,75% ao ano. Eles, porém, estão livres para vender as participações a partir de setembro de 2014.

Segundo a empresa, apesar do grande aumento nos investimentos em produções originais, todo o montante colocado em séries próprias não deve ultrapassar 10% dos gastos totais do serviço ao redor do mundo. Além disso, a companhia lembrou a marca de mais de 43 milhões de assinantes em todo o mundo, sendo que 4 milhões foram obtidos apenas em 2013.

A estratégia de vender notas de crédito de forma a obter fundos para investimentos já funcionou antes para a Netflix. Em 2013, a empresa obteve US$ 500 milhões dessa mesma maneira.