Navegadores antigos não poderão usar versões mais recentes do Google

Por Redação | 02 de Setembro de 2014 às 08h23

Como forma de incentivar as pessoas a sempre manterem seus navegadores atualizados e garantir uma compatibilidade total de seus serviços, o Google estaria impedindo usuários de navegadores antigos de verem a versão mais recente de sua ferramenta de buscas. Nesse sentido, algumas funcionalidades podem ser desativadas de acordo com a edição do software que está sendo utilizado.

Os relatos são esparsos, mas como cita o site GigaOm, a confirmação da prática veio em um fórum de suporte do Google. Por lá, um usuário questionou sobre a ausência de diversas funções e a visualização de uma versão antiga da ferramenta de busca durante a utilização do Opera 12, lançado em 2012. De acordo com a resposta do porta-voz da empresa, não se trata de um bug, mas sim dos sistemas funcionando da maneira como foram programados.

Essa não seria a primeira vez que o Google age desta maneira com relação a browsers desatualizados, mas representa algo inédito em relação à ferramenta de busca. Em 2011, por exemplo, a empresa afirmou que as novas versões do Gmail não funcionariam mais com navegadores antigos e que não daria mais suporte ao uso de seus sistemas em softwares nesta condição.

Agora, a coisa parece ter mudado um pouco, mas sem perder o seu propósito. Na mesma medida em que garante que seus usuários poderão utilizar o Google sem problemas em seus programas antigos, a empresa usa as novas funcionalidades e recursos como uma forma de incentivá-los à atualização. É mais do que uma preocupação própria, mas também um interesse em questões de segurança, já que versões mais recentes normalmente contam também com correções de bugs e problemas de estabilidade.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.