Narradora norte-americana diz ser a voz por trás da Siri, do iPhone

Por Redação | 04.10.2013 às 15:35

Na tecnologia do assistente pessoal da Apple, lançada com o iPhone 4S em 2011, existe a voz de uma mulher de verdade. Pelos últimos dois anos, os donos de smartphones da empresa podem ter carregado no bolso a voz de Susan Bennett, que vive em Atlanta, Estados Unidos, e trabalha como narradora desde os anos 1970, de acordo com a CNN. Entretanto, a Apple não comentou ou sequer confirmou o caso.

Susan afirma que a voz dela foi gravada na GM Voices, em nome da ScanSoft, em 2005, empresa que trabalhava em um projeto não revelado. Segundo ela, a partir desse arquivo, a Apple teria criado a Siri.

Incialmente, Susan disse que não queria divulgar a informação, mas decidiu ir a público depois que o site The Verge postou um vídeo informando que outra narradora, chamada Allison Dufy, era a verdadeira voz da Siri.

Susan bennet, voz do siri

"Eu tive que ponderar quanto à importância disso para mim. Não tive certeza que queria notoriedade e não sabia em que posição legal me encontrava nesse caso. Então, portanto, eu fui muito conservadora quanto ao assunto por muito tempo", afirmou a narradora à CNN. "Mas depois que o The Verge divulgou aquele vídeo... e parecia que todos clamavam por saber de quem era a real voz da Siri, eu pensei: 'oras, por que não? Essa é a hora.'"

Entretanto, o anúncio de Susan parece ter sido planejado, já que foi feito exatamente dois anos após a chegada da Siri ao mercado.

Veja abaixo um vídeo gravado por Susan e confira a semelhança entra a voz dela e a da Siri.