Namorada de Jobs na adolescência está escrevendo livro de memórias sobre romance

Por Redação | 05.10.2012 às 14:44

Steve Jobs, fundador e ex-CEO da Apple, faleceu há exatamente um ano em decorrência de complicações de um câncer. Sua memória continua muito viva e sua namorada de colégio e mãe de sua filha Lisa, Chrisann Brennan, está escrevendo um livro de memórias sobre o período que viveu ao lado de Jobs. As informações são do The New York Times.

O livro, que ainda não possui título definido, será publicado pelo selo St. Martin´s Press, de propriedade da editora Macmillan. Chrisann, que atualmente trabalha como pintora em São Francisco, Califórnia, conheceu Jobs enquanto os dois ainda estudavam na Homestead High School, em Cupertino.

Depois de se formarem, os dois viajaram para a Índia em busca de iluminação espiritual e assistiram a inúmeras palestras juntos. Ao voltarem do país asiático, Chrisann e Steve mantiveram um romance esporádico e dividiram a mesma casa em Los Altos. Com o passar dos dias, a paíxão entre o casal reacendeu gerando uma menina, Lisa Brennan-Jobs.

Steve Jobs retrato

O livro também discutirá sua ambição profissional e problemas em suas relações pessoais

Jobs se negou a assumir a paternidade de Lisa logo após o nascimento e mãe e filha se mudaram para uma casa em Menlo Park. Um ano após o nascimento de Lisa, Steve Jobs aceitou fazer um teste de paternidade e, a partir daí, começou a enviar uma ajuda financeira para a filha.

"Eu gostaria de ter tratado essa história de forma diferente", afirmou Jobs na biografia escrita por Walter Isacsson. "Eu não conseguia me ver como pai, então, eu não pude enfrentar essa situação... Eu tentei fazer a coisa certa. Mas se eu pudesse fazer tudo de novo, eu faria diferente".

Além do relacionamento de Chrisann com Jobs, o seu livro de memórias também irá discutir sua energia, vivacidade e como ele desenvolveu uma enorme ambição e crueldade nos negócios e relações pessoais.