'Nada de CEOs externos, muito obrigado', afirma Paul Otellini

Por Redação | 06 de Dezembro de 2012 às 17h23

O atual CEO da Intel, Paul Otellini, deixará o comando da empresa em maio de 2013 e já busca por seu sucessor. Durante a conferência Sanford C. Bernstein nesta quarta-feira (5), Otellini afirmou que as chances de arrumar um substituto de dentro da própria empresa para seu cargo são maiores do que a de um executivo externo. As informações são do CNET.

"Eu estou muito tranquilo com os candidatos internos e seu histórico contra os candidatos externos, em nossa indústria isso mostra muito claramente se você quer ficar na empresa", disse o executivo. Ele ainda afirmou que até os candidatos 'perfeitos' de fora da Intel terão que ter "até dois anos para entender a cultura, as pessoas e como as coisas funcionam na empresa".

Paul Otellini CEO Intel

Reprodução: CNET

Otellini trabalhou na empresa por mais de 40 anos e nos últimos oito anos, quando esteve no comando, a Intel acumulou em caixa US$ 107 bilhões (R$ 226,8 bilhões) e sua receita subiu de US$ 38,8 bilhões (R$ 82 bilhões) para US$ 54 bilhões (R$ 114 bilhões). No entanto, o desempenho da Intel no mercado móvel de processadores é considerado uma mancha na carreira do atual CEO, já que a companhia ainda não conseguiu se inserir com êxito neste setor.

Além disso, Paul Otellini também ressaltou que não acredita que acontecerá uma grande mudança estratégica na empresa assim que sair e outra pessoa assumir o comando.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.