NVIDIA mostra as tecnologias que equipam a série 600 da empresa

Por Pedro Cipoli | 18 de Setembro de 2012 às 17h26

Em evento realizado na manhã de hoje em São Paulo, a NVIDIA, uma das maiores fabricantes de placas de vídeo do mundo ao lado da AMD, fez demonstrações dos recursos que equipam a arquitetura Kepler da Série 600 de GPUs voltadas para gamers. "Nosso foco é o público gamer, que é cada vez maior e está cada vez mais preocupado com a experiência proporcionada pelos detalhes dos jogos, como filtros e efeitos", diz Richard Cameron, gerente regional da NVIDIA no Brasil.

Entre os novos recursos que equipam essa nova série de GPUs estão o TXAA (Temporal Anti-Aliasing), atualmente exclusivo da empresa; Adaptative V-Sync, reponsável pela atualização sincronizada entre GPU e monitor; e jogos otimizados com PhysX e 3D Vision Surround, que permite a utilização de múltiplos monitores para games lado a lado com uma janela do Microsoft Windows 7 rodando um vídeo com resolução 4K (3840x2160). Tudo isso foi apresentado em uma GTX 690, que executou todas essas tarefas sem apresentar lentidão.

GeForce GTX 690 - Atualmente a placa mais rápida do mundo

Foram mostrados também todos os modelos de placas de vídeo voltadas para consumo multimídia da série GT. Os sistemas operacionais atuais tiram um proveito muito melhor de placas de vídeo dedicadas, especialmente em softwares como navegadores (Chrome e Firefox), editores de imagem e vídeo (Photoshop e Premiere) e jogos casuais em Flash ou HTML5.

A nova geração de gráficos integrados da Intel, que é vendida pela empresa como uma GPU voltada para gamers, foi fortemente criticada: "IGPs (gráficos integrados, como o Intel HD 4000) não são capazes de competir com GPUs dedicadas. Tanto a geração Sandy Bridge e Ivy Bridge quanto a futura Haswell da Intel são voltadas para os modelos mais básicos de computadores, rodando os jogos atuais em resoluções baixas e quase sem nenhum filtro ativado", disse Cameron. Ele demonstrou que mesmo a GT 610, modelo mais básico da nova geração, se sai melhor do que os gráficos integrados dos processadores Intel.

NVIDIA Tegra Zone

Foram feitas demonstrações de jogos otimizados para o chip Tegra 3 disponíveis no Tegra Zone, aplicativo oficial da NVIDIA para jogos no Android. LG Optimus 4X HD e HTC One X atualmente são os principais aparelhos com esse chip, que equipa também o Nexus 7 do Google e o primeiro tablet da Microsoft com o Windows 8.

Quando jogos otimizados para o Tegra 3 são colocados lado a lado com a versão disponível para dispositivos não-Tegra é possível ver a diferença de detalhes proporcionada pela GPU que equipa esse chips. Games como Dead Trigger e Shadowgun apresentam detalhes mais realísticos e maior fluidez durante a execução na plataforma da NVIDIA.

NVIDIA Tegra 3
Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.