Motorola explica diferença entre baterias do Moto 360

Por Redação | 10.09.2014 às 15:49
photo_camera Divulgação

As suspeitas de propaganda enganosa foram rapidamente afastadas pela Motorola em um comunicado oficial, que explicou as diferenças entre a bateria anunciada originalmente para o Moto 360 e o componente encontrado no dispositivo real. Após uma desmontagem feita pelo site iFixIt, foi descoberta uma distinção 20 mAh entre a primeira versão do componente e a atual.

Originalmente, a empresa anunciou que a peça seria de 320 mAh. No entanto, o aparelho possui uma bateria de 300 mAh. Pode ser uma discrepância pequena e que não deve afetar o uso, mas que poderia trazer problemas judiciais para a fabricante, caso órgãos de defesa do consumidor resolvessem investigar a situação. No final das contas, trata-se de uma questão extremamente técnica, e também de falta de espaço para escrever mais informações em uma bateria tão pequena.

Em comunicado oficial publicado pelo site Ubergizmo, a Motorola afirma que existe uma diferença entre as capacidades típica e mínima de uma bateria - e que, de fato, elas têm mesmo essa variação de alguns mAhs vistos pelo pessoal do iFixIt. Normalmente, ambos os valores vêm escritos na etiqueta colada ao componente, mas devido ao tamanho diminuto do aparelho, apenas o primeiro tipo pode ser designado ali.

É por isso que existe a diferença, uma vez que a especificação oficial dos dispositivos mobile normalmente cita a capacidade típica da bateria, que é justamente o que influencia no tempo de vida que será encontrado pelo usuário. Mesmo assim, a Motorola prometeu que irá procurar por maneiras de listar as duas informações nos componentes do Moto 360, de forma a evitar confusões do tipo e eventuais problemas.