Moto 360 e dois novos smartphones da Motorola são homologados pela Anatel

Por Redação | 15.08.2014 às 18:30
photo_camera Divulgação

Se você é um dos que não vê a hora de colocar as mãos no relógio inteligente da Motorola, então saiba que não será preciso esperar meses até que o acessório chegue por aqui. Como informa o pessoal do Tecnoblog, o Moto 360 foi homologado pela Anatel nesta semana, o que significa que o aparelho já pode ser vendido a qualquer momento no Brasil.

De acordo com o documento de homologação, a companhia descreve o smartwatch como um "kit composto de relógio, base carregadora e carregador". O arquivo também revela que o gadget terá suporte para Bluetooth 4.0 LE e Wi-Fi 802.11n, e que a corrente do carregador é de 0,5 A. O relógio poderá ser produzido na China ou no Brasil, na fábrica de Jaguariúna, no interior de São Paulo.

Além do Moto 360, a Motorola conseguiu homologar outros quatro aparelhos. Três deles se tratam de versões diferentes de um mesmo dispositivo: XT1063 (single SIM), XT1068 (dual SIM) e XT1069 (dual SIM com TV digital). Como o certificado mostra que não há suporte para o 4G, este deve ser um aparelho mais básico ou intermediário da empresa, indicando que uma nova versão do Moto E ou do Moto G pode estar a caminho. Ou, quem sabe, seja o celular de uma nova linha de telefones da Motorola.

O quarto e último aparelho foi denominado XT1097. Ele é mais avançado que o modelo anterior e vem com suporte à internet móvel de quarta geração. Por sinal, a denominação XT1097 é a mesma encontrada em testes de desempenho divulgados nesta semana, que apontam para um dispositivo com processador quad-core Qualcomm Snapdragon 801 de 2,5 GHz, 2 GB de memória RAM, tela de 5,2 polegadas, armazenamento interno de 32 GB e sistema operacional Android 4.4.4 KitKat.

O que vem por aí

Os novos produtos da Motorola serão anunciados no dia 4 de setembro, em um evento oficial agendado pela própria companhia, em Chicago, nos Estados Unidos. Na última quinta-feira (14), a empresa começou a enviar convites para a imprensa internacional - eles exibem quatro ícones distintos, sendo dois deles de smartphones (um com a letra X e o outro com a letra G), outro de um relógio e o último de um ouvido.

Pelas imagens, a Motorola deve apresentar os sucessores do Moto X e do G, dar mais detalhes do smartwatch Moto 360 e revelar algum tipo de acessório wireless, possivelmente para músicas. O fato da entidade ter homologado esses gadgets no Brasil indica que o país continua na lista dos primeiros que irão receber as novidades logo após serem reveladas, em setembro. O mesmo aconteceu com o Moto X, o Moto G e o Moto E - este último, inclusive, foi apresentado oficialmente ao mundo aqui no Brasil, em um evento na cidade de São Paulo.

Não se sabe quanto irão custar esses novos aparelhos. No entanto, na época em que o Moto E foi anunciado, o presidente da Motorola, Rick Osterloh, disse que o objetivo da companhia é trazer ao país dispositivos tão sofisticados quanto os dos concorrentes, só que com preços bem mais acessíveis. O executivo também garantiu que o Moto 360 chegará ao varejo nacional por um valor menor que o dos concorrentes, pois "não será um produto muito caro".