Morgan Stanley avisa sobre bolha: 'empresas de internet estão supervalorizadas'

Por Redação | 13 de Novembro de 2013 às 13h22
photo_camera http://images.businessweek.com/ss/08/09/0918_best_brands/43.

Quem viu o surgimento e o estouro da "bolha da Internet" nos anos 2000 deve estar avaliando com mais cautela suas opções de compra de ações para o segmento tecnológico, já que o banco de investimentos Morgan Stanley rebaixou sua avaliação para empresas do segmento de "atrativas" para "em linha". De acordo com o banco, as empresas precisam acelerar o crescimento para justificar os valores atuais.

A instituição faz questão de ressaltar que, no último ano, as ações do Facebook e do Linkedin mais que dobraram de valor enquanto as ações do Google valorizaram 56% e estão acima de seu real valor. Agora, como consequência dessa nova avaliação, o Google saiu da listagem de boa ideia de investimento e uniu-se a empresas como Ebay, Amazon, Linkedin e Facebook na qualificação de sobrepeso, ou seja, preço acima do esperado.

De acordo com matéria da Reuters, analistas do banco afirmam que a atual valorização excessiva das ações do mercado on-line deve-se ao olhar e ao entusiasmo dos investidores para o mercado como um todo sem a atenção especial aos riscos. "Nós ainda acreditamos que as ações consideradas supervalorizadas mantenham seu valor, mas o grupo de empresas de internet como um todo não faz jus a esse cenário", aponta o relatório.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.