Microsoft prepara reestruturação e Windows deixará de ser seu foco principal

Por Redação | 04.06.2013 às 10:59

A Microsoft se prepara para conduzir uma reestruturação completa em suas divisões, como informa o site All Things D. A reforma, comandada pelo atual CEO da companhia, Steve Ballmer, também deverá tirar o foco principal do Windows e se centralizar em dispositivos móveis e produtos empresariais.

Fontes ligadas à empresa informaram à reportagem que as mudanças de estratégia foram propostas por Ballmer em uma carta anual enviada aos acionistas em outubro do ano passado. No entanto, a nova estruturação ainda está sendo formulada e acredita-se que ainda acontecerão mudanças substanciais na nova proposta, bem como a transferência de alguns executivos para cargos mais importantes dentro da empresa.

Ainda não se sabe como serão feitas as mudanças de posições dentro do comando da Microsoft, mas entre os nomes que deverão mudar de cargo estão o de Satya Nadella, presidente da divisão de Servidores e Ferramentas; Don Mattrick, presidente da divisão de Entretenimento Interativo e Tony Bates, presidente da divisão de Comunicação (Skype). As mudanças deverão dar mais foco no desenvolvimento de novos produtos e serviços para o Skype e para o Xbox.

O Windows já não será mais o foco principal das atenções da empresa. Especula-se que mesmo sendo o principal produto da Microsoft, o sistema operacional deverá ser acrescentado a alguma outra divisão. O temor de que o Windows não consiga resistir por mais muitos anos diante de plataformas de crescimento exponencial como o Android e o iOS teria contribuído para a decisão da empresa em modificar sua estrutura e colocar seu foco em outros serviços.

A estrutura organizacional da companhia deverá se voltar, principalmente, para os serviços e dispositivos tanto para o mercado empresarial como para os consumidores comuns. O objetivo por trás dessa mudança é simplificar seu modo de gestão, que deverá girar em torno das plataformas da companhia como Windows, Windows Phone e Xbox.

Após a reestruturação, o foco principal da empresa passará a ser em hardware, interesse este que ficou claro em uma carta enviada por Steve Ballmer aos acionistas. "O valor completo do nosso software será visto e sentido na forma como as pessoas usam os dispositivos e serviços, no trabalho e em suas vidas pessoais. Haverá momentos em que nós construiremos dispositivos específicos para fins específicos, como optamos por fazer com o Xbox e, mais recentemente, o Surface", afirmou. Por enquanto, a Microsoft não confirmou os rumores e não comentou sobre os seus novos planos.