Microsoft lança o Office 365 video, sua plataforma de vídeos para empresas

Por Redação | 19 de Novembro de 2014 às 13h43

Quando se fala em vídeo na internet, todo mundo já pensa logo no YouTube, mas a ideia de um serviço de compartilhamento privado de clipes para empresas fez nascer, pelas mãos da Microsoft, o Office 365 Video. O novo sistema voltado para clientes corporativos foi anunciado nesta quarta-feira (19) e deve ser gratuito para quem é assinante da suíte de aplicativos da companhia.

Disponível para todos os usuários “enterprise” das aplicações, bem como também aos acadêmicos, o sistema funciona em cima das tecnologias Azure Cloud e Sharepoint. A segunda é a principal base do Office 365 Video, uma vez que o sistema é, na verdade, uma plataforma de colaboração e formação de redes internas voltadas para a publicação de conteúdos informativos e de suporte. A Microsoft, no entanto, vê o novo sistema como uma extensão disso.

Com a novidade, a ideia da gigante de Redmond é incrementar wikis e sistemas de informação internos com vídeos instrutivos ou com qualquer outra finalidade. Todas as imagens são criptografadas e não ficam disponíveis fora da rede privada. Essa característica, inclusive, foi uma demanda de corporações com um número significativo de funcionários, que queriam uma ferramenta de aprendizado e informação mais dinâmica, mas que também fosse segura e restrita.

O lançamento do Office 365 Video não acontece em estágio Beta, mas a empresa já avisa que ele funciona apenas de maneira básica. Novas funções, como um suporte melhor a dispositivos móveis, a possibilidade de fazer anotações nos clipes e possibilidade de incorporá-los a qualquer página que faça parte da mesma rede interna serão adicionadas em breve.

De acordo com o TechRadar, a Microsoft afirma que a novidade faz parte de uma iniciativa chamada “NextGen Portal”, que pretende fazer um uso mais flexível da marca Office 365 e entregar soluções que os usuários necessitam. A ideia, claro, é mantê-los cada vez mais fiéis ao sistema, sem que haja necessidade de recorrer a sistemas de terceiros.

Além disso, a companhia garantiu que mais iniciativas do tipo estão a caminho. Quais serão elas, porém, ainda não se sabe, mas elas devem dar as caras nas próximas semanas.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.