Microsoft encerra campanha de propaganda negativa contra o Google

Por Redação | 14.01.2015 às 12:23

Durante vários anos a Microsoft manteve ativa uma campanha de marketing negativo contra o Google. Intitulada "Don't Get Scroogled", a campanha fazia piadas com as estratégias do Google de exibição de propagandas direcionadas aos usuários (baseadas no conteúdo dos seus e-mails) e tentava incentivar os usuários a migrar para os serviços oferecidos pela Microsoft para impedir que o Google roubasse seus dados.

A ação chegou até mesmo a deixar os limites da internet e tomar a forma de produtos de merchandising, como camisetas e canecas, além de propagandas de TV, tudo para ridicularizar a concorrência. Mas parece que a tal campanha chegou ao fim: de acordo com o Business Insider, o site oficial foi retirado do ar no começo desta semana.

Don't Get Scroogled

Ao acessar o endereço scroogled.com o usuário é redirecionado para outra página chamada "Why Microsoft", bem menos agressiva do que a anterior e que explica as vantagens de usar os produtos e serviços da gigante de Redmond, além de fazer comparativos entre seus produtos e os do Google.

Aparentemente, a decisão de acabar com a campanha foi motivada pela mudança de mentalidade da companhia, que ocorre desde a nomeação de Satya Nadella como seu CEO: além de reposicionar a Microsoft de uma companhia quase que puramente corporativa para uma que visa a nuvem e os serviços de produtividade em maior prioridade, Nadella nomeou Mark Penn para gerente estratégico da empresa. O novo responsável então resolveu mudar a imagem da Microsoft e pos fim a campanha Don't Get Scroogled.

Na realidade, tal campanha estava com os dias contados, já que o site scroogled.com era o último elemento da campanha que ainda existia. A Microsoft deixou de veicular propagandas na TV e de vender produtos de merchandising do Don't Get Scroogled desde 2003.