Microsoft quer transformar sala de estar em um ambiente de total imersão virtual

Por Redação | 06 de Outubro de 2014 às 17h04

No ano passado, o centro de pesquisas Microsoft Research apresentou um projeto conjunto com o Kinect, do Xbox, chamado de IllumiRoom. A ideia era aproveitar a interatividade dos jogadores com a sala toda, além da TV. Ao que parece, o conceito se ampliou e os trabalhos continuam.

Segundo o Engadget, a companhia acaba de anunciar o IllumiRoom 2.0, agora denominado de RoomAlive, com várias melhorias em relação ao projeto anterior. O novo sistema projeta o conteúdo em toda a sala, de modo que o usuário fica realmente imerso em meio à ação, podendo atirar, agachar, "tocar" em figuras, entre outras atividades.

A versão inicial previa apenas um projetor atrás do jogador. A tela era ampliada para além do monitor e, assim, era possível mostrar efeitos climáticos e complementares ao que estava sendo exibido.

Agora, composto por vários projetores, controles e kinects, o RoomAlive é, de acordo com a Microsoft, capaz de autocalibrar e autolocalizar os elementos relevantes da experiência, calculando toda a geometria 3D da sala em apenas alguns minutos.

RoomAlive

Depois de instalado, o RoomAlive pode "mapear" o usuário e seu controle enquanto se atira, chuta ou acerta as criaturas do jogo com a mão. Os projetores também são capazes de criar diferentes texturas e criaturas com nível razoável de detalhes. Assim, sua sala se transforma em um deck holográfico.

Entre os exemplos exibidos, estão um título em 3D, em que o jogador controla o personagem enquanto acerta criaturas que surgem em diferentes cantos da parede. Em outro, o usuário precisa se esquivar fisicamente das armadilhas e, caso seja atingindo, as marcas de ferimento ficam projetadas em seu corpo.

Mesmo com um grande salto a partir do conceito inicial, o RoomAlive ainda está longe de ser colocado nas prateleiras. Afinal de contas, nem todo mundo pode comprar um set inteiro de kinects acoplados a monitores pra transformar a sala em jogatina interativa. Ainda assim, é possível que todo o maquinário seja "resumido" em breve e, juntamente com o Oculus Rift, pode se tornar uma experiência e tanto de imersão em realidade virtual.

Confira abaixo um vídeo da Microsoft Research explicando a novidade:

Fonte: http://www.engadget.com/2014/10/05/microsoft-roomalive-illumiroom/?ncid=rss_truncated

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!