Microsoft apresenta queda de 22% no primeiro trimestre fiscal

Por Redação | 19 de Outubro de 2012 às 11h12

As coisas não andam muito bem para a empresa de Steve Ballmer. A Microsoft divulgou seus resultados financeiros do primeiro trimestre fiscal de 2013 (encerrado em 30 de setembro) no dia 8 de outubro, e a surpresa foi bastante desagradável: queda de 22% em relação ao mesmo trimestre do ano passado.

A receita total da Microsoft gerou um lucro líquido de US$ 4,46 bilhões (cerca de R$ 9 bilhões), contra os US$ 5,73 bilhões (R$ 11,62 bilhões) do exercício fiscal anterior. Houve também uma retração na receita, de 7,61%, a qual contabilizou US$ 16 bilhões (cerca de R$ 32 bilhões), ante US$ 17,3 bilhões (cerca de R$ 35 bilhões), referentes ao mesmo período do último ano fiscal.

A maior receita registrada refere-se à divisão corporativa da empresa: US$ 5,5 bilhões (cerca de R$ 11 bilhões), porém, mesmo assim, representou uma leve queda de 2% em comparação com o exercício fiscal anterior. Declínio maior foi observado nas divisões Windows e Windows Live: 33%, que totalizou em receita de US$ 3,24 bilhões (cerca de R$ 6,5 bilhões).

Tratando-se de quedas, a área que apresentou menor declínio foi a de entretenimento e dispositivos, que contabilizou US$ 1,94 bilhão (cerca de R$ 4 bilhões), o que significou uma retração de 0,7% em comparação com o último período correspondente.

Houve crescimento de 8,7% no setor de serviços online, com receita de US$ 697 milhões (cerca de R$ 1,4 bilhões). A maior alta registrada foi no setor de servidores e ferramentas, chegando a 7,9%, totalizando em US$ 4,55 bilhões (cerca de R$ 9 bilhões).

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.