Microsoft apresenta o Lumia 535, primeiro smartphone da linha sem marca da Nokia

Por Redação | 11 de Novembro de 2014 às 09h11

Após alguns rumores e até vazamentos de imagens oficiais, a Microsoft acabou com o mistério e revelou oficialmente o Lumia 535, seu primeiro smartphone de marca própria. Com lançamento marcado já para este mês, o aparelho tem basicamente as mesmas características do antecessor 530, mas deixa a marca Nokia de lado e é o primeiro a trazer a marca da Microsoft na carcaça.

Quem conhece o Lumia 530, o atual modelo de baixo custo da empresa, já sabe mais ou menos o que esperar. O novo smartphone tem tela de 5 polegadas e resolução qHD (de 960 x 540 pixels), além de 1 GB de memória RAM e processador quad-core de 1,2 GHz. O Lumia 535 será lançado em versões com suporte a um e dois chips.

Microsoft Lumia 535

A intenção aqui é, justamente, chegar devagar. Como explica o site The Verge, que conferiu o smartphone de perto, a Microsoft está colocando o pé na água com calma, se preocupando inicialmente com o crescimento de sua participação no mercado e tornar sua marca reconhecida como a sucessora da Nokia. Este, inclusive, deve ser o único dispositivo com a marca da companhia a ser lançado neste ano, com outras ofertas de celulares mais robustos ficando para o ano que vem.

Dá para pensar no Lumia 535 como um meio-termo entre o atual 530 e o 630. A Microsoft realizou mudanças de design para melhorar algumas das críticas feitas aos antecessores – como a ausência de câmera frontal – e o aumento na memória RAM de 512 MB para 1 GB como forma de dar mais longevidade e permitir o funcionamento de mais aplicativos. Ainda assim, o preço foi mantido baixo e a expectativa é que este seja o modelo mais em conta ofertado pela companhia para o ano que vem.

Além disso, a Microsoft investe no que ela chama de “5x5x5”, um pacote de aplicações que seria o diferencial de suas soluções. Trata-se do conjunto formado pelo Office, Skype, Cortana, OneDrive e OneNote, que, no ambiente Windows Phone, está totalmente em casa para funcionar e ser utilizado gratuitamente.

Não é necessariamente uma campanha que vai trazer grandes vantagens à Microsoft, já que a maioria dos serviços listados também está disponível em outros sistemas operacionais do mercado. O que deve fazer diferença aqui é a forma como tudo isso será utilizado, seja com funções exclusivas ou promoções especiais para utilização. Ainda assim, fica difícil imaginar o que a companhia vai fazer que vá além do acesso gratuito já disponível e plenamente reconhecido pelos clientes.

Mais do que isso, porém, trata-se de uma tentativa de manter a marca viva, por mais que ela chegue ao final do ano sem um smartphone topo de linha. A mudança de marca, na mesma medida em que mantém o nome da linha Lumia e a sequência numérica usada pela Nokia, serve para garantir uma continuidade e deixar os usuários tranquilos de que, apesar de toda a transformação, as coisas continuarão basicamente iguais. Agora, é hora de conquistar aqueles usuários que ainda não têm um celular da marca.

Como já falamos, o Microsoft Lumia 535 chega às lojas até o fim deste mês de novembro custando € 110, aproximadamente R$ 350. Países da Ásia serão os primeiros a receber o novo dispositivo, que, na sequência, será lançado na Rússia e no Oriente Médio. Uma data para o Brasil ainda não foi divulgada.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.