Microsoft aposta no Windows 10 para voltar com tudo ao mercado de games para PC

Por Redação | 06.03.2015 às 08:36

Nesta quarta-feira (4), o chefe da divisão Xbox da Microsoft, Phil Spencer, subiu ao palco da Game Developers Conference e reafirmou que a empresa vê o Windows 10 como uma grande chance da empresa recuperar o seu brilho e a liderança de mercado de jogos para PC.

Jogos para PC costumavam ser sinônimo de Windows e de sua API DirectX. Porém, no início dos anos 2000, a empresa lançou o primeiro Xbox e tudo mudou: de repente todos os esforços em relação à jogos da Microsoft estavam focados no console. O Xbox, juntamente com jogos como Halo, tornaram-se um negócio rentável para a companhia e, enquanto isso, os concorrentes a ultrapassavam no mercado de jogos para PC – vide o exemplo da Valve.

Mas, e agora, qual caminho a Microsoft deve seguir para tentar "voltar ao jogo"?

Conforme destaca o Business Insider, o caminho é mudar a forma como a empresa pensa em seus clientes. Em vez de pensar em jogadores de PC ou Xbox, ela deve pensar nos clientes da Xbox Live. Isso significa que os jogos podem, e devem, funcionar em vários dispositivos, compartilhando a mesma lista de amigos, as mesmas pontuações e interações entre gamers, independente de qual dispositivos eles estão. "'Xbox' não significa mais consoles", explicou o executivo.

Durante o GDC, a empresa de Redmond também anunciou que iria liberar para os desenvolvedores de jogos a primeira versão do kit de ferramentas para integração entre a Xbox Live e o Windows 10. Spencer também se comprometeu a criar jogos para o HoloLens, os óculos de realidade aumentada que a Microsoft prometeu que seriam lançados em breve. "Vemos isso (HoloLens) como um dispositivo completo para o Windows 10".

Hololens

Hololens (Imagem: Divulgação)