Microsoft anuncia parceria de US$ 15 milhões com o Foursquare

Por Redação | 05 de Fevereiro de 2014 às 08h00
TUDO SOBRE

Microsoft

A procura por um novo CEO na Microsoft finalmente chegou ao fim nesta terça-feira (2), quando a empresa anunciou o indiano Satya Nadella , ex-líder da área de computação em nuvem, como novo presidente executivo. Além de Nadella, a companhia também revelou que vai investir US$ 15 milhões no aplicativo de geolocalização Foursquare. As informações são do jornal The Wall Street Journal.

A negociação faz parte de uma parceria estratégica entre as duas empresas que vai ajudar o Foursquare a ampliar sua participação do mercado e garantir que a Microsoft tenha acesso a todos os dados da plataforma. A quantia investida será adicionada a um fundo de US$ 35 milhões, reservados pelo Foursquare em dezembro do ano passado, e que elevou o valor de mercado do serviço para US$ 650 milhões. Com isso, a Microsoft se torna, agora, a maior fonte de receita do Foursquare.

De acordo com o blog oficial do programa, o acordo dá o direito da companhia de Redmond licenciar os dados captados pelo app e usá-los em ferramentas do Windows para PCs e de seu sistema operacional para dispositivos móveis, o Windows Phone. Entre as ferramentas que farão uso desses dados está o buscador Bing.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

"No futuro, quando você usar um dispositivo da Microsoft que rode os sistemas operacionais Windows ou Windows Phone, assim como seus produtos, como o Bing, os lugares serão aprimorados pelo Foursquare para promover uma experiência consciente e as melhores recomendações de qualquer serviço no mundo", afirmou o Foursquare em seu blog. Além disso, a plataforma aponta que o investimento da Microsoft não vai atrapalhar negociações que a empresa queira fazer com outras companhias - e vice-versa.

Lançado em março de 2009, o Foursquare possui mais de 45 milhões de usuários e já coletou dados de mais de 60 milhões de locais, incluindo lojas, restaurantes, bares e outros estabelecimentos em que os internautas fazem "check in". Os usuários ainda podem conseguir descontos e receber dicas de locais para onde ir através do aplicativo, que já realizou mais de 5 bilhões de "check ins" em todo o mundo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.