Michael Dell afirma que não está preocupado com a queda de vendas e a era pós-PC

Por Redação | 28.08.2012 às 12:40

O cofundador e CEO da Dell, Michael Dell, afirmou que não está preocupado com a era pós-PC e as vendas de computadores pessoais durante uma apresentação na VMWorld 2012 nesta segunda-feira (27). A afirmação de Dell não condiz com os recentes resultados do mercado de computadores pessoais.

De acordo com o Citeworld, o CEO citou as mais de 380 milhões de unidades de computadores vendidas no último ano e afirmou que, até então, a era pós-PC tem sido muito boa para as vendas de PCs no mundo todo. E ainda segundo a publicação, assim como é típico dos eventos de PCs, os tablets e smartphones não obtiveram muita atenção do público em geral.

Ainda durante o evento, foram apresentadas diversas pesquisas que mostram que os dispositivos móveis são a tendência número um no mercado de TI em 2012, levando o presidente da conferência, Paul Maritz, a afirmar que "desafiaria qualquer um a criar uma apresentação em PowerPoint em um smartphone".

A era pós-PC é definida pela substituição dos tradicionais equipamentos de computação pessoal por tablets e smartphones. Especialistas também acreditam que os profissionais de TI passarão a levar seus dispositivos móveis para o trabalho como, por exemplo, iPads, iPhones, smartphones e tablets Android, ao invés de usar um PC.

Uma recente pesquisa publicada pela IDC afirma que o mercado de computadores pessoais deve crescer aproximadamente 0,9% neste ano, fechando o segundo ano consecutivo com crescimento abaixo de dois por cento.

Michael Dell

O pensamento positivo de Dell não condiz com os recentes resultados do mercado de PCs