Mercado “legítimo” de Bitcoins faz subir preço da moeda

Por Redação | 26 de Janeiro de 2015 às 18h47

Parece que o futuro da Bitcoin está mesmo na regulamentação, apesar de seus principais apoiadores citarem a ausência disso como um de seus principais benefícios. Em um movimento que não se via já há algum tempo, o dinheiro ganhou grande valor nesta segunda-feira (26) após a Coinbase anunciar o lançamento da primeira casa de câmbio “licenciada” para trabalhar com a moeda virtual.

A startup, que desenvolve uma das principais carteiras para este fim do mercado atual, diz ter levantado mais de US$ 100 milhões em investimentos para trabalhar em uma operação “legítima” com as Bitcoins. A seu lado, estão grandes empresas de investimento e até mesmo a Bolsa de Valores de Nova York, garantindo o primeiro contato de um órgão financeiro “oficial” com a criptomoeda.

A notícia ajudou a reverter a tendência de queda nos valores que vinham desde o ano passado. Na semana passada, as Bitcoins passaram a valer menos de US$ 200 pela primeira vez desde 2013, mas nesta segunda-feira, chegaram a ultrapassar os US$ 300 enquanto o mercado reagia bem às novidades. As informações são do site Mashable.

Além disso, o anúncio da Coinbase ajudou a reacelerar o interesse pela moeda, que vinha em baixa desde o fechamento do Mt. Gox, em abril do ano passado. Aquele que anteriormente era um dos maiores bancos de Bitcoins do mundo fechou suas portas abruptamente após um roubo das moedas virtuais de seus clientes, que resultou em um prejuízo irrecuperável de mais de US$ 500 milhões.

O acontecimento, assim como o fechamento do mercado virtual de drogas Silk Road, ajudou a firmar uma ideia de que as Bitcoins eram um negócio de pouca confiabilidade e associar sua imagem a negócios escusos. Por mais que os entusiastas lutassem diariamente contra essa visão, eles não foram capazes de conter uma queda vertiginosa no valor das moedas e, acima de tudo, a perda de uma visão ainda iniciante de que elas poderiam ser uma boa opção para investimentos.

A Coinbase não é a única que está tentando retomar os trabalhos apostando na legitimação das Bitcoins. Os irmãos Winklevoss – sim, aqueles do Facebook – também estão investindo pesado, ao lado de grandes bancos e instituições financeiras, para lançar o Gemini ao longo das próximas semanas, uma casa de câmbio online que também promete trazer o crescimento tão esperado para a criptomoeda.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!