Menina de 4 anos está recebendo tratamento psiquiátrico por vício em iPad

Menina de 4 anos está recebendo tratamento psiquiátrico por vício em iPad

Por Redação | 23 de Abril de 2013 às 07h50

A relação das crianças com a tecnologia pode ser muito enriquecedora, mas também prejudicial para sua saúde. Uma menina de 4 anos de idade está recebendo tratamento psiquiátrico para se livrar de seu vício em iPad e, assim como outras crianças, ela está apresentando transtornos compulsivos por começar a usar tablets precocemente — a menina é considerada a mais nova viciada em tecnologia da Grã-Bretanha. A notícia saiu no News.com.au.

Os médicos que cuidam do caso afirmam que a menina está tão viciada nos jogos presentes no iPad de seus pais que sofre de crises de abstinência quando lhe é tirado o aparelho. A notícia surge alguns após uma nova pesquisa provar que metade dos pais permite que seus filhos pequenos usem seus smartphones e tablets, e, em muitos casos, por quatro ou mais horas consecutivas.

O psiquiatra da menina, Dr. Richard Graham, da Capio Nightingale Clinic em Londres, Inglaterra, afirmou que devem existir muitos casos de vício em eletrônicos, como o da pequena britânica. Ele recomendou aos pais que buscassem ajuda o quanto antes para evitar que os problemas se agravassem. Para ter uma ideia, a clínica do Dr. Richard arrecada cerca de R$ 49 mil ao mês com seu programa de "desintoxicação de eletrônicos", realizando tratamentos psiquiátricos com pessoas que chegam a ficar 36 horas online e até manter 20 perfis distintos no Facebook.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

"Não deixe seu iPad por aí, porque se você fizer isso, as crianças irão ver todas as suas lindas cores e também irão querer usá-lo. Elas não têm capacidade para lidar com isso e podem ficar viciadas, reagindo com birras e comportamentos incontroláveis, quando os eletrônicos lhes são afastados", explicou o médico.

Especialistas afirmam que os tablets e smartphones se tornaram os novos brinquedos de bebês e crianças e, por isso, os pais devem estar atentos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.