Meia-entrada: carteiras estudantis terão chip para evitar fraudes

Por Redação | 03 de Dezembro de 2012 às 12h10

Para evitar fraudes que envolvem carteiras estudantis e meia-entrada, várias entidades do país passarão a emitir, já em 2013, carteiras com chip eletrônico de identificação. O documento é pessoal e intransferível, mas mesmo assim muitos estudantes o "emprestam" para terceiros a fim de que consigam fazer uma cópia do documento para pagar metade dos ingressos em cinemas, teatros e espetáculos. O chip vem para dar um basta nestas fraudes. As informações são do Correio Braziliense.

A nova carteira já será utilizada na Copa das Confederações 2013 e na Copa do Mundo 2014. De acordo com as exigências do Decreto Presidencial nº 7.783, o documento contará com um dispositivo tecnológico de segurança. Somente este documento oferecerá ao estudante a garantia de comprar ingressos para os jogos pela metade do preço. Tal medida de segurança também foi exigência da FIFA, uma vez que o governo brasileiro insistiu em manter a meia-entrada para estudantes nos jogos.

Apenas entidades oficiais poderão emitir a nova carteira. O protocolo para definição dos detalhes do sistema foi assinado na semana passada por líderes estudantis, representantes do governo e da indústria.

“A carteira estudantil é um dos maiores direitos conquistados pelos estudantes. Hoje, no entanto, por conta de fraudes, o número de documentos cresceu tanto que o direito, na prática, foi cerceado. Os jogos no Brasil dão a oportunidade de resgatar essa garantia de forma legítima”, explica Daniel Iliescu, presidente da União Nacional dos Estudantes.

As novas carteiras estudantis seguirão um único padrão e somente poderão ser emitidas pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) das instituições de ensino superior, pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e pelas uniões estaduais e municipais de estudantes universitários e secundaristas. Brasileiros que estudam no exterior não serão beneficiados.

Quanto aos jogos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, a nova carteira poderá ser usada somente na venda de ingressos para categoria 4, ou seja, os mais baratos das partidas, mas o benefício é válido para todos os jogos.

Para retirar o documento, os estudantes precisam se cadastrar. A requisição poderá ser feita no Portal da Meia-Entrada ou nos postos da UNE, que serão espalhados por todo o Brasil, principalmente nas cidades que sediarão os jogos das Copas. O custo para obtenção do documento é de, no máximo, R$ 15.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.