Médicos utilizam impressora 3D em cirurgia de reconstrução facial

Por Redação | 20 de Março de 2014 às 11h58

Médicos do Morriston Hospital, no Reino Unido, utilizaram tecnologia de impressão 3D para recuperar os ossos faciais de um paciente que sofreu um acidente de moto. Stephen Powers, 29 anos, havia quebrado o rosto em um acidente em 2012, e na época os médicos não conseguiram reconstruir os ossos de sua bochecha esquerda. Com impressão 3D, os cirurgiões criaram implantes de titânio para substituir as estruturas quebradas.

"Para ser honesto, eu acho que eles fizeram um bom trabalho no início, de qualquer forma, considerando o quanto o meu acidente foi ruim", disse Powers, após a cirurgia. Enquanto retornava de uma festa em Porthcawl, País de Gales, em 2012, o homem sofreu um grave acidente de moto e fraturou os dois braços, a perna direita e diversos ossos do rosto, incluindo ambas as cavidades oculares, as maçãs do rosto e o maxilar superior. Na época, os médicos se preocuparam apenas em manter sua visão intacta, e por isso não mexeram na parte esquerda da face. "Os oftalmologistas não queriam que fizéssemos nada que pudesse danificar ainda mais a sua visão. Isso foi uma boa ideia, porque a maior parte da visão dele foi recuperada. Mas como resultado nós não colocamos o osso de sua bochecha esquerda no lugar certo e nem tentamos reconstruir os ossos finos ao redor da cavidade ocular", disse Adrian Sugar, cirurgião responsável pelo caso.

Stephen Powers

Stephen Powers antes e depois da cirurgia. Fonte: NHS Wales.

Por conta do acidente, Powers ficou com a bochecha esquerda deslocada e o olho afundado e caído. Não satisfeitos com o resultado, os médicos, em uma parceria com a Cardiff Metropolitan University, começaram a planejar a reconstrução facial. Para poder recortar e colocar os ossos quebrados no lugar, os médicos decidiram escanear imagens 3D do rosto de Stephen e a partir delas puderam desenhar os cortes necessários para reposicionar os ossos e criar as placas de titânio que os manteriam no lugar. As próteses foram então adquiridas por meio de impressoras 3D.

Modelos de rosto 3D

Os modelos e implantes criados com impressão 3D (Imagem: NHS Wales)

"Stephen tinha um ferimento muito sério, e consertá-lo envolveria ter de recortar ossos em diversos fragmentos", disse Sugar. A cirurgia, completou o médico, só foi possível por causa da tecnologia de escaneamento e impressão 3D. "Sem essa tecnologia, é tudo na mão livre. Você tem que adivinhar onde vai cada coisa. A tecnologia nos permite ser muito mais precisos e conquistar um resultado melhor para o paciente".

Por causa do acidente, Powers começou a ficar incomodado com sua aparência, e continuou usando óculos mesmo depois de sua visão ter melhorado. Com a nova cirurgia, ele espera poder viver uma vida normal novamente. "Eu não vou mais ter que esconder meu rosto e minha confiança estará de volta", comentou.

A cirurgia de Stephen Powers abre precedentes na literatura médica para a utilização da tecnologia de impressão 3D em cirurgias precisas no rosto. "Essa é a primeira vez que chegamos a este estágio, onde tudo até os últimos parafusos sendo inseridos foi planejado e modelado com antecedência – e funcionou perfeitamente", disse Sugar.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.