Mark Zuckerberg, o CEO mais bem pago dos EUA. O que faria com o salário dele?

Por Redação | 25 de Outubro de 2013 às 18h15
photo_camera Divulgação

Segundo um relatório da empresa especializada GMI Ratings, o diretor-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, é o empresário mais bem pago dos Estados Unidos, batendo um novo recorde em 2012 com um total de remunerações estimado em US$ 2.278 bilhões.

O dono da rede social mais famosa do mundo ganha um salário de US$ 503 mil e um bônus de US$ 266 mil – isso tudo em apenas um mês. Além disso, no ano passado, Zuckerberg ganhou um pacote de ações avaliado em US$ 2,27 bilhões. Se dividirmos os valores ao dia, o CEO do Facebook recebe diariamente pouco mais de US$ 6 milhões.

Na segunda posição do ranking aparece Richard D. Kinder, dono da gigante da energia Kinder Morgan, que recebeu US$ 1,11 bilhões em salários em 2012. Morgan e Zuckerberg ficaram muito à frente de outros executivos: o terceiro lugar ficou com Mel Karmazin (US$ 255 milhões), da Sirius XM Radio, seguido por Gregory Maffei (US$ 254 milhões), da Liberty Media, e Tim Cook (US$ 143 milhões), da Apple.

Completam a lista dos 10 norte-americanos mais bem pagos os diretores-executivos Edward Stack (US$ 142 milhões), da Dick's Sporting Goods, Howard Schultz (US$ 117 milhões), da rede de cafeterias Starbucks, Marc Benioff (US$ 109 milhões), da Salesforce, e Frank Coyne (US$ 100 milhões), da Verisk Analytics.

Vale lembrar que esta é a primeira vez, em 11 anos de pesquisa da GMI Ratings, que executivos do topo da lista receberam mais de US$ 1 bilhão anualmente. Foram analisadas 2.259 empresas norte-americanas de capital aberto e mais de 2.250 diretores.

No ranking mundial, Mark Zuckerberg aparece como a 20º pessoa mais rica do mundo. Segundo a revista Forbes, a fortuna do jovem de 28 anos é estimada em US$ 19 bilhões. Em primeiro lugar está o fundador da Microsoft, Bill Gates, com US$ 72 bilhões.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.