Mark Zuckerberg negocia visita ao Brasil

Por Redação | 08.10.2013 às 13:27

O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, negocia uma visita ao Brasil. O CEO da rede social pretende se encontrar com lideranças, como a presidente Dilma Rousseff e grandes empresários do país. O Brasil é um dos maiores mercados do mundo para a empresa. A informação foi divulgada nesta terça-feira (08/10) na Folha de S. Paulo, na coluna de Mônica Bergamo.

No entanto, o país também é onde o site tem sofrido recentes contestações devido ao programa de monitoramento de dados do governo norte americano, do qual até a presidente brasileira e a Petrobras foram alvos.

Atualmente, o Facebook tem 1,15 bilhão de usuários ativos mensalmente, sendo mais de 76 milhões apenas no Brasil. Além disso, o público brasileiro é fiel: 47 milhões de internautas acessam o site dirariamente, estando atrás apenas dos Estados Unidos, nação que mais acessa o Facebook.

"Dada a relevância do Brasil, cada vez mais a gente olha pra esse mercado dentro da estratégia global e vê que tipos de produtos e serviços nós podemos promover em mercados como o Brasil ou em mercados em que o país possa liderar uma discussão global de uma estratégia de desenvolvimento de produtos", afirmou Leonardo Tristão, presidente do Facebook Brasil, ao G1 em setembro.

Tristão também disse que 40% dos usuários do Facebook acessam o site enquanto assistem TV, outro provável motivo para a vinda de Zuckerberg ao país. "Isso abre um leque de oportunidades muito grande pensando que o Brasil vai ser sede dos principais eventos esportivos nos próximos três anos", diz o presidente do Facebook Brasil, em referência à Copa do Mundo, em 2014, e às Olimpíadas, em 2016.