Mark Zuckerberg, agora, detém quase 30% do Facebook

Por Redação | 14.02.2013 às 16:05

Mark Zuckerberg, fundador e atual CEO do Facebook, continua ampliando seus rendimentos na empresa, mesmo com muitos analistas duvidando do futuro da rede social e até de sua gestão. Nesta quarta-feira (13), a Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos divulgou um relatório afirmando que, agora, Zuckerberg detém 29,3% de participação na companhia. As informações são do Mashable.

O executivo detém 632 milhões de partes de ações do Facebook, indicando que ele conseguiu ampliar sua participação e rendimentos com a empresa depois da abertura de capital em maio de 2012. Para ter uma ideia, na época do IPO, Zuckerberg tinha 504 milhões de partes de ações da companhia, depois de ter vendido 30 milhões para cobrir o pagamento de impostos, o que lhe garantia 28,2% de participação.

Nos primeiros meses após o IPO do Facebook, suas ações, que valiam US$ 38 (R$ 74) tiveram quedas constantes até atingir o valor mínimo de US$ 17,55 (R$ 34,20) no começo de setembro. Mark Zuckerberg se comprometeu naquele primeiro momento a não vender nenhuma de suas ações, dando uma garantia de motivação para os investidores e fazendo com que as ações fossem se recuperando com o passar dos meses.