Marissa Mayer mostra otimismo sobre o setor móvel do Yahoo

Por Redação | 20 de Fevereiro de 2015 às 15h03
TUDO SOBRE

Yahoo

Nesta quinta-feira (19), Marissa Mayer, CEO do Yahoo, falou sobre o departamento móvel da empresa durante a Mobile Developer Conference, evento que reúne desenvolvedores de dispositivos móveis. Mayer afirmou que o celular originalmente começou como um hobby dentro da empresa, mas agora este setor é responsável por 25% da receita da companhia. De 1 bilhão de internautas que visitam o Yahoo, 575 milhões estão utilizando um dispositivo móvel para se conectar com o site.

A economia móvel equivale a 3,3 trilhões de dólares por ano. Se fosse um país, seria o quinto maior PIB do mundo. O próprio Yahoo compreende a importância deste mercado mobile ao olhar para o US$ 1,2 bilhão que foi gerado por este departamento em 2014. Isto coloca o setor como o terceiro mais importante para a empresa. Desde o início da gestão de Mayer no Yahoo, o número de desenvolvedores móveis dentro da companhia cresceu de 50 para cerca de 500.

Na conferência, a CEO também introduziu uma nova suíte para os desenvolvedores móveis do Yahoo. Ela inclui uma série de análises de marketing e publicidade, além de ferramentas projetadas para ajudar os desenvolvedores a obterem mais negócios de seus aplicativos. A nova suíte é oriunda da aquisição da startup Flurry, que analisa dados dos usuários de smartphones para ajudar os desenvolvedores a entender melhor seu público e conectar marcas e agências aos consumidores através de publicidade orientada nos aparelhos. Em setembro do ano passado, o Yahoo adquiriu a startup por US$ 300 milhões.

PECHINCHAS, CUPONS, COISAS GRÁTIS? Participe do nosso GRUPO DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Apesar do otimismo de Mayer em relação ao mercado mobile do Yahoo, nem todos consideram o impulso móvel da companhia um sucesso. De acordo com o analista Gene Munster, da Piper Jaffray, o "Yahoo teve um grande progresso, mas ainda continua lento em relação à adoção de ambientes móveis. Eles estão na metade de todo o potencial que podem ter".

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.