Maioria das compras de novos iPhones foi de ex-usuários de Android, diz Tim Cook

Por Redação | 29 de Janeiro de 2015 às 16h36
photo_camera Divulgação

Dois dias após revelar maior lucro trimestral da história dos resultados financeiros da Apple, o CEO da empresa, Tim Cook, deu uma declaração à publicação do Wall Street Journal (via Business Insider) que parece ser mais um motivo de comemoração para a empresa.

De acordo com o executivo, a "maioria" das compras de novos iPhones foi feita por ex-usuários do sistema operacional Android, o maior adversário da Apple na guerra por dominância dos dispositivos móveis. Segundo Cook, "menos de 15% dos compradores de iPhones" foram de usuários da Apple atualizando de versões antigas do smartphone para novos modelos.

Uma das provas e alavancas para o sucesso dos novos modelos do iPhone está nas vendas da empresa na China, mercado tradicionalmente forte para o Android onde a Apple vendeu mais smartphones do que em qualquer outro país do mundo no trimestre passado. Pela primeira vez, o país asiático ultrapassou o mercado norte-americano, respodendo por 36% do total de embarques do iPhone, em comparação com 24% nos Estados Unidos.

De acordo com a empresa de pesquisa de mercado Canalys, a Apple fechou seu penúltimo trimestre do ano passado respondendo por 9% do mercado Chinês, na sexta posição do ranking de fabricantes que atuam no país. Agora, ela já responde por 17% do mercado chinês.

Vale lembrar que não foi só na China que a Apple viu o sucesso de seus novos modelos, o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus. Mesmo com o recente reajuste de 8% no valor de seus smartphones no Brasil, a Apple dobrou as vendas dos dispositivos no mercado nacional no primeiro trimestre de 2015, em relação ao mesmo período de 2014.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.