M2M: uma tecnologia necessária

Por Colaborador externo | 17.12.2013 às 11:00

Por Ramzi Abdine*

Imagine uma rede elétrica, comum em muitas cidades brasileiras. Por não ter um sistema de distribuição inteligente, ela favorece o desperdício de energia, trazendo um enorme prejuízo ao país.

Agora imagine uma rede elétrica com smart grid. Além de melhorar a entrega de energia, esta tecnologia irá auxiliar significativamente na economia de luz, contribuindo para o fortalecimento de toda uma economia.

Isto pode ser feito graças à tecnologia M2M, que permite a conexão entre duas máquinas. Mas, como toda tecnologia, ela requer algumas medidas para garantir uma experiência positiva ao consumidor.

No caso da smart grid, é importante destacar que ela requer soluções flexíveis e um modelo de negócio diferenciado para viabilizar a comunicação. Infelizmente, o custo e a qualidade de cobertura hoje são proibitivos.

Um grande diferencial desta rede é que ela facilita o monitoramento do caminho percorrido pela energia, o que permite a detecção de possíveis falhas em tempo real. Além disso, impede que o sistema seja invadido por terceiros.

Um exemplo interessante é a Rua Inteligente, criada na pequena cidade espanhola de Sant Cugat, localizada na região da Catalunha. Lá, sensores monitoram, por exemplo, a utilização de energia em edifícios.

Casos de sucesso ao redor do mundo e com setores diferentes, como saúde, varejo, transporte, logística, meio ambiente e automotivo, mostram que, se houver preocupação com segurança, a tecnologia M2M traz benefícios reais para a sociedade.

Nos Estados Unidos, foi lançado o Google Driverless Car. Neste projeto, os veículos utilizam câmeras de vídeo acopladas no teto e contam também com sensores de radar e uma impressionante capacidade de enxergar carros e outros obstáculos no trânsito.

No Brasil, com o objetivo de combater a extração ilegal de madeiras, árvores de uma área da Floresta Amazônica foram equipadas com M2M. Após emitir um alerta para uma central, a tecnologia permitiu que fiscais realizassem várias prisões e fechassem uma serralheria ilegal.

Estes casos de sucesso, na Espanha, Estados Unidos e Brasil, comprovam que a M2M fará, cada vez mais, parte de nosso cotidiano e, antes do que você imagine, irá se tornar indispensável para a nossa sobrevivência. Alguém dúvida disso?

(*) Ramzi Abdine é gerente de vendas da Cinterion.