Larry Page quase vendeu o Google por US$ 1,6 milhão

Por Redação | 24 de Abril de 2014 às 16h52

O Google é hoje uma das maiores empresas de tecnologia, com seus fundadores originais ainda no comando. Mas tudo poderia ter sido bem diferente, não só para eles, caso os anseios de Larry Page em 1997 tivessem surtido frutos. Segundo reportagem do site Business Insider, ele tentou vender a empresa por US$ 1,6 milhão, quando ela ainda era uma ferramenta de buscas recém-lançada.

Na época, o Google ainda se chamava BackRub e tinha como intuito tornar realidade a visão de organização da internet que havia surgido para Page em um sonho. Em 1997, porém, apesar de ainda ser um estudante da Universidade de Stanford, ele sabia que tinha nas mãos um produto inovador, que se tornaria comercialmente viável e seria adotado por boa parte dos usuários da rede. Daí a ideia de vender a tecnologia.

As negociações ocorreram com o Excite, um portal de internet existente até hoje. Em uma carta escrita a um dos principais investidores da companhia, Vinod Khosla, Page afirma que o BackRub poderia aumentar a receita da empresa em até US$ 47 milhões por ano, além de gerar 10% mais tráfego de usuários no portal. O preço de tudo isso? US$ 1,6 milhões e um emprego que teria duração de sete meses, até que o fundador retornasse à faculdade.

As conversas continuaram e, em uma reunião com a diretoria do Excite, Page recebeu uma contraproposta no valor de US$ 750 mil. Mas a união do portal com a ferramenta de buscas, porém, não era vista com bons olhos justamente devido à sua eficiência. Na visão dos responsáveis pela empresa, o sucesso rápido das pesquisas levaria os usuários para fora da página muito rapidamente, o que poderia ter um impacto negativo sobre as receitas de publicidade.

Sendo assim, o negócio caiu por terra e o BackRub continuou nas mãos de Larry Page e Sergey Brin, que nem chega a ser citado como parte do acordo com o Excite. A negativa acabou tendo seus frutos e o Google, hoje, tem um valor estimado em mais de US$ 358 bilhões, além de ser o serviço mais visitado de toda a internet.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.