LG quer padronizar interface de usuário em toda linha de aparelhos

Por Redação | 19.08.2014 às 14:51

Com o G3, a LG pôde, pela primeira vez em muito tempo, fazer frente a grandes nomes do mercado, como o iPhone, da Apple, e o Galaxy S5, da Samsung. E, para a empresa, isso foi possível não apenas por questões relacionadas a preço, poder de processamento e versatilidade, mas também à interface de usuário, que a companhia vê como um dos itens de maior sucesso em seu mais recente aparelho.

E é justamente por isso que, de acordo com as informações do Venture Beat, a LG estaria disposta a aplicar a mesma dinâmica a boa parte de sua linha vindoura de smartphones, desde os mais simples até aqueles que estão no topo da linha. A ideia é semelhante à utilizada pela Samsung em sua linha Galaxy: fidelizar os usuários por meio de uma padronização no visual dos celulares, facilitando o uso e, grande motivo aqui, a troca dos smartphones mais baratos por aqueles com mais funções e que representam os verdadeiros ganhos de qualquer fabricante.

Mais do que isso, a companhia promete trazer algumas mudanças, principalmente nos celulares de baixo custo. A ideia é facilitar a vida de quem acaba comprando tais aparelhos e não tem tanta intimidade assim com tecnologia, podendo se complicar com algumas das funções padrões disponíveis nos dispositivos.

Uma das alterações, por exemplo, vai acontecer na interface de câmera, que será modificada para exibir apenas as funções mais comuns diretamente na tela. Além disso, todos os celulares incluirão a função “Touch and Shoot”, que utiliza um único toque no display para funções de foco e captura das imagens, sem que seja preciso pressionar um segundo botão para efetivamente tirar a foto.

Outras funções previstas são o teclado inteligente, capaz de prever as palavras que serão digitadas na sequência de acordo com os padrões de uso, e a função Swype, que facilita a digitação permitindo que o usuário arraste o dedo pela tela em vez de clicar em cada letra de forma independente.

A ideia, de acordo com o CEO da LG, Jong-seok Park, é dar a todos os celulares da linha um visual “premium”, passando a impressão de que qualquer smartphone da marca está ligado ao G3, que atualmente é seu principal produto e objeto de desejo. É uma ideia que já funcionou para outras empresas e que, agora, mais uma fabricante quer ver funcionando em favor próprio.