Kodak vende parte de seus ativos para fabricante de equipamentos de impressão

Por Redação | 15.04.2013 às 16:27

Nesta segunda-feira (15), a Kodak anunciou que fechou um acordo com a fabricante de equipamentos de impressão Brother Industries para a venda de alguns ativos de seus negócios de “document imaging” da empresa por um valor aproximado de US$ 210 milhões (cerca de R$ 420 milhões). A Brother também deve assumir US$ 67 milhões em dívidas da Kodak.

A divisão da Kodak Document Imaging fornece um abrangente portfólio de scanners, softwares de captura e serviços de digitalização para clientes corporativos. A consumação da transação com a Brother ainda está sujeita a aprovação do tribunal, além de um período de comercialização em que a Kodak está liberada para procurar uma oferta melhor ou maior para a venda dos ativos. Isso vai permitir que a Kodak consiga o valor máximo para seu negócio.

Por meio de um comunicado oficial, Dolores Kruchten, presidente da Document Imaging, disse que a Kodak irá trabalhar durante todo o processo de venda para garantir uma transição suave para os clientes. "Estamos satisfeitos de que, sob este acordo com a Brother, a Document Imaging vai continuar reforçando a sua posição como líder de captura de informações e soluções de gerenciamento para os clientes corporativos", disse Kruchten.

De acordo com a Reuters, o prejuízo da Kodak no primeiro trimestre de 2013 aumentou para US$ 402 milhões contra US$ 117 milhões no mesmo período do ano anterior. As vendas líquidas da empresa também caíram 24% no balanço dos três primeiros meses deste ano, chegando a US$ 1,12 bilhão.

“Esta venda é outro passo-chave para a Kodak emergir. Ela nos deixa mais perto de atingir a visão estratégica que temos para o futuro da companhia", disse em nota Antonio Perez, executivo-chefe da Kodak.