Juiz suspende decreto de prisão do diretor do Google Brasil

Por Redação | 17 de Setembro de 2012 às 15h10

Na última sexta-feira (14) o juiz de propaganda eleitoral de mídia e internet de Campina Grande (PB), Ruy Jander, determinou à Polícia Federal que prendesse o diretor do Google Brasil, Edmundo Luiz Pinto Balthazar. Porém, no dia seguinte (15), o juiz do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, Miguel de Britto Lyra, suspendeu o decreto de prisão.

Segundo informações divulgadas pelo Portal Correio, o magistrado entendeu que Balthazar não poderia ser responsabilizado pela veiculação de um vídeo que denegria a imagem de um candidato à prefeitura de Campina Grande. O juiz logo concedeu liminar a um habeas corpus impetrado pelo diretor do Google.

A acusação recaiu sobre o executivo da gigante das buscas, pois entendeu-se que a empresa - dona do YouTube, onde o vídeo estava hospedado - descumpriu uma ordem de retirar as imagens do ar.

Confira detalhes do caso e assista ao vídeo que gerou toda a polêmica

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.