Juíz mantém valor da indenização da Samsung à Apple em US$ 119,6 milhões

Por Redação | 06.05.2014 às 12:34

A briga na justiça entre Samsung e Apple teve mais um episódio recente. Em um processo separado do principal - que já se estende há três anos –, a sul-coreana foi condenada a pagar US$ 119,6 milhões em compensações por três patentes pertencentes à Apple que foram infringidas.

Segundo a agência de notícias Reuters, um júri norte-americano manteve nesta segunda-feira (5) o valor total da indenização após deliberações adicionais e ordenou que a empresa sul-coreana pague a compensação.

A sentença já havia sido dada anteriormente, mas os advogados da Apple argumentaram na época que o júri cometeu um erro técnico ao dar direito de indenização à Apple em uma patente que cobria um dos telefones da Samsung. O júri então foi ordenado a voltar ao tribunal nesta segunda-feira para resolver a questão e manteve o valor decidido previamente.

Durante o julgamento de um mês em um tribunal federal da Califórnia, a Apple acusou a Samsung de violar patentes de atributos de smartphones incluindo a busca universal, enquanto a Samsung negou qualquer infração.

Apple e Samsung têm brigado nos tribunais de todo o mundo nos últimos três anos e a empresa norte-americana já ganhou o direito a quase US$ 1 bilhão em indenizações por parte da Samsung. O valor foi estipulado após um julgamento em 2012 em São José, mas a Apple não conseguiu persuadir a juíza distrital Lucy Koh a emitir uma ordem permanente contra a venda dos telefones da Samsung nos Estados Unidos.

O caso atual envolve cinco patentes da Apple que não estavam no caso de 2012 e que cobrem atributos do iPhone como a função deslizar para desbloquear e a tecnologia de busca.