Com apenas um tweet, jovem consegue que seu plano de saúde cubra seu tratamento

Por Redação | 13.08.2012 às 17:30
photo_camera ABCNews

Perto de oficializar sua falência financeira, um doutorando da Universidade Estadual do Arizona, Estados Unidos, diagnosticado com câncer de cólon, utilizou todo o dinheiro que tinha armazenado para tratar a doença. E depois de perceber que não tinha mais nada a perder, ele decidiu entrar em contato com o CEO do seu plano de saúde via Twitter, pedindo ajuda para continuar seu tratamento.

Arijit Guha, 31 anos, não esperava por nenhuma resposta, mas Mark T. Bertolini, CEO da Aetna, ouviu seu pedido e concordou em arcar com todas as despesas, "até o último centavo", do tratamento e das medicações que o paciente necessitar.

De acordo com o Gawker, Guha estava pagando US$300 por mês pelo seu plano de estudante, mas depois de receber o diagnóstico da doença no ano passado, o limite de cobertura de US$300 mil já se esgotou. O limite de gastos é tido como ilegal nos Estados Unidos, porém, os planos de saúde para estudantes mantêm a prática.

"Estou incrivelmente feliz e em estado de choque, tentando entender o que aconteceu. É um grande alívio", afirmou Guha ao ABC News.

Além do pedido encaminhado ao CEO, Adijit Guha também iniciou uma campanha para arrecadar fundos para o seu tratamento na internet. O site Poop Strong já conseguiu US$ 120 mil em doações.

O câncer de Guha está regredindo e com a ajuda do convênio, acredita-se que até o final do ano ele estará curado. E todo o dinheiro conseguido através do site será destinado para a caridade.

Arijit Guha pedido no twitter

Guha também iniciou uma campanha na internet para arrecadar mais fundos para o seu tratamento