Intel diz que vai reduzir mão de obra em 5% em 2014

Por Redação | 19.01.2014 às 06:25

A Intel disse nesta sexta-feira (17), à agência de notícias Reuters, que pretende reduzir sua mão de obra global em 5% durante 2014.

A notícia vem um dia após a empresa ter divulgado o relatório de lucros do quarto trimestre de 2013, que não ajudou muito a diminuir a preocupação com as baixas vendas de PCs.

A receita anual diminuiu 1% em relação a 2012, alcançando US$ 52,7 bilhões. Já o lucro operacional teve baixa de 16%, indo de US$ 14,6 bilhões para US$ 12,3 bilhões. Lucro líquido, margem bruta e lucro por ação também apresentaram redução.

"Isso faz parte do alinhamento de nossos recursos humanos para atender as necessidades de negócios", disse o porta-voz da Intel, Chris Kraeuter, à Reuters.

Na última quinta-feira (16), em conferência realizada com analistas após a divulgação do relatório trimestral, a diretora financeira da Intel, Stacy Rasgon, já havia citado a redução de funcionários neste ano, acompanhada de investimentos em áreas promissoras, como data center, tablets e chips de baixa potência.

Vale lembrar que a Intel é a maior empresa da indústria de chips, contudo, além de ter que enfrentar a redução nas vendas de desktops, tem dois oponentes de peso no mercado: a Qualcomm e a Samsung, que dominam o segmento de processadores para smartphones e tablets.