Intel decide abandonar projeto de fábrica que custou US$ 5 bilhões

Por Redação | 16.01.2014 às 06:10

A Intel está abrindo mão de uma de suas fábricas mais anunciadas e está parando sua construção por tempo indeterminado. De acordo com a Reuters, a chamada "Fab 42" da empresa em Chandler, no Arizona, estava sendo feita para produzir microchips, mas agora foi riscada dos planos da maior fabricante de processadores do mundo.

"A nova construção vai ser deixada de lado por enquanto e será utilizada por novas tecnologias no futuro", disse o porta-voz da Intel, Chuck Mulloy.

A decisão de parar as obras teria sido tomada após uma análise mais aprofundada sobre a atual situação do mercado de PCs, que vem presenciando quedas consecutivas nas vendas de computadores. Com o mercado em baixa, não faria sentido continuar a construção e inaugurar uma fábrica gigantesca de microchips e processadores se eles não serão vendidos. "Tudo se resume à melhor utilização do capital", explicou Mulley à agência de notícias.

Orçado em mais de US$ 5 bilhões, o projeto da fábrica foi amplamente divulgado por Barack Obama em 2012. Quando estava em campanha, o presidente dos Estados Unidos chegou a fazer uma visita ao canteiro de obras da fábrica e, considerando-a um exemplo do potencial da indústria do país, defendeu incentivos estatais para resgatar para os Estados Unidos empresas e iniciativas que foram perdidas para a Ásia nos últimos anos.

Embora não haja qualquer indício de quando a badalada fábrica abrirá suas portas, em tom comemorativo, a Intel anunciou que excedeu a expectativa de contratações ao empregar mais de 1000 trabalhadores desde o começo da construção, em 2011. A marca, no entanto, só foi alcançada graças a incentivos fiscais concedidos pelo governo federal para contratação de mão-de-obra.

Leia mais: Tablets devem roubar metade do mercado de PCs em 2014