IBM quer vender divisão de servidores de baixo custo

Por Redação | 20 de Janeiro de 2014 às 12h30

Fontes não-oficiais afirmam que a IBM estaria disposta, mais uma vez, a vender parte ou todo seu segmento de servidores de baixo custo. Segundo informações publicadas pelo Wall Street Journal, os executivos da companhia estariam verificando propostas relacionadas à separação do setor de arquitetura x86.

A Dell seria uma das companhias interessadas no negócio. Hoje, ela é a terceira maior vendedora de servidores do mundo e a compra de parte da IBM teria como objetivo a ampliação dessa posição. Os equipamentos de baixo custo não geram altas margens, mas podem dar mais escala à empresa que, hoje, está se focando cada vez mais nos setores corporativos do mercado.

Os olhos também se voltaram à Lenovo que, no passado, já estaria envolvida com a IBM em uma iniciativa do tipo, que teria valor estimado em US$ 2,5 bilhões. A notícia nunca foi confirmada, mas fontes próximas às empresas afirmaram, na época, que a falta de um acordo entre as empresas por causa do preço teria esfriado a venda. Não se sabe se a companhia chinesa está envolvida novamente como uma possível interessada.

Apesar de não divulgar números precisos sobre sua divisão de servidores, a IBM vem fazendo um movimento para se distanciar de negócios de baixo custo e focar mais em softwares e serviços, de forma a se manter mais relevante no mercado corporativo, principalmente. O segmento de PCs, por exemplo, já é de propriedade da Lenovo e, pelo jeito, os servidores são os próximos a serem removidos do portfólio da companhia.

Enquando isso, a Dell segue o caminho oposto, desejando confiar menos na venda de computadores para o consumidor final e mais na entrega de produtos de tecnologia de informação para as empresas clientes. Para a fabricante, essa seria uma forma de ampliar os ganhos e tornar a companhia mais relevante no mercado.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.