IBM está planejando vender a divisão de microchips

Por Redação | 10 de Fevereiro de 2014 às 07h45

A IBM parece estar pensando em vender a sua divisão de chips semicondutores. Segundo relatos do Financial Times, a tradicional fabricante de computadores e servidores recorreu à Goldman Sachs solicitando ajuda para por um preço na divisão e encontrar potenciais compradores para ela.

A notícia surge poucos dias depois da norte-americana confirmar a venda da divisão de servidores de baixo custo à fabricante chinesa de computadores Lenovo por US$ 2,3 bilhões. Se realmente conseguir fechar acordo com alguém e vender a divisão de chips, a IBM atingirá o objetivo de se livrar da maior parte da área de hardware que vem dando prejuízo à companhia.

O último relatório financeiro supreendeu pelos ganhos obtidos no último trimestre de 2013, mas confirmou as suspeitas de que a divisão de hardware é a que vem impedindo a empresa de lucrar mais. "A divisão de hardware e mainframes está afetando nossos resultados globais", reconheceu o CFO da companhia, Martin Schroeder.

Para mudar o cenário e atender às expectativas dos investidores, a empresa deu início a uma faxina que começou pela venda de servidores de baixo custo à Lenovo e que provavelmente culminará num programa de demissão voluntária de cerca de 15 mil funcionários. Até lá, é provável que ela consiga efetuar a venda da divisão de chips e, dessa forma, maximizar os lucros para satisfazer Wall Street.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.