IBM deve pagar US$ 1,5 bilhão para Globalfoundries fabricar seus chips

Por Redação | 20.10.2014 às 15:17

A International Business Machines Corp., mais conhecida como IBM, faz nesta segunda-feira (20) o anúncio dos lucros de seu terceiro trimestre em 2014. E, junto com o relatório, também pode anunciar a parceria com a Globalfoundries, que a partir de agora deve fabricar seus chips, em acordo que chega a US$ 1,5 bilhão.

A área de manufatura de chips vem sendo uma dor de cabeça para a empresa já há algum tempo. No ano passado, a IBM amargou déficit de US$ 1,5 bilhão no setor e este é o mesmo valor que a companhia deve desembolsar no acordo, com previsão de anúncio ainda nesta segunda.

A Globalfoundries, que nasceu de investimentos da AMD com a Advanced Technology Investiment Company em 2009, vem conversando com a IBM sobre o assunto há algum tempo, pois tem interesse na propriedade intelectual dos chips. O valor, segundo o Giga OM, era o único entrave para a concretização do negócio.

De acordo com a Bloomberg, a IBM pagará o valor de US$ 1,5 bilhão em três anos. Como a Globalfoundries já possui suas instalações, a IBM cederia apenas sua propriedade intelectual e a parceria também prevê que a Globalfoundries seja a fornecedora exclusiva de processadores de energia para a IBM nos próximos dez anos.

Enquanto não sai o anúncio oficial, nenhuma das duas empresas comenta a transação. Segundo fontes ligadas à IBM, o acordo poderá liberá-la para concentrar seus esforços na computação em nuvem, assim como no desenvolvimento e comercialização de softwares e serviços, áreas bem mais rentáveis para a empresa atualmente.

Fonte: https://gigaom.com/2014/10/19/report-ibm-is-paying-globalfoundries-1-5-to-rid-itself-of-its-chip-making-business/