Homem raptado há 23 anos reencontra família graças ao Google Maps

Por Redação | 19.05.2013 às 16:28

A tecnologia pode ter utilidades que vão além da nossa imaginação, e neste caso ajudou um homem que foi raptado ainda criança a reencontrar sua família após 23 anos. As informações são do jornal South China Morning Post.

Quando tinha apenas cinco anos de idade, o chinês Huang Yun foi sequestrado e levado para uma cidade que fica a 1.500 quilômetros de sua casa. Longe de sua cidade natal, o garoto passou a se chamar Luo Gang e começou uma nova vida, junto de uma nova família, escola, até chegar à faculdade e viver uma vida relativamente normal.

O jornal conta que Luo nunca se esqueceu de onde veio e todas as noites, desde o dia do sequestro, ele tentava manter uma lembrança de sua antiga cidade na cabeça. Com o passar do tempo, essas memórias foram desaparecendo naturalmente, e a única coisa que se destacava em sua memória era a figura de duas pontes.

No ano passado, ele resolveu pedir ajuda a um site que auxilia vítimas de sequestro, e para isso Luo desenhou um mapa mostrando o que se lembrava de sua cidade natal. Cerca de seis meses depois, ele recebeu uma mensagem de um dos voluntários do site dizendo que um casal morador de Guangan, na província de Sichuan, havia perdido um filho há 23 anos.

Como as datas coincidiam, Luo resolveu consultar o Google Maps para encontrar imagens de satélite da cidade citada pelo voluntário. Para sua surpresa, a imagem mostrava o conjunto de pontes exatamente como ele se lembrava durante todas as noites. O próximo passo foi procurar sua família biológica, que agora contava com três novas irmãs que haviam nascido após seu sumiço. Emocionante, não?