Homem que denunciou o golpe aplicado na HP pode receber recompensa em dinheiro

Por Redação | 22 de Novembro de 2012 às 14h39
TUDO SOBRE

HP

Esta semana a Hewlett-Packard anunciou que foi enganada ao comprar a empresa Autonomy, em 2011. Mas apesar de todas as perdas financeiras sofridas pela HP, o responsável pelas denúncias que fizeram com que a fraude fosse descoberta pode acabar com o bolso mais cheio.

Mas dessa vez, sem golpes. Ao que tudo indica, o caso da denúncia se enquadra nos termos de um programa de recompensas praticado pela comissão que regula o mercado de capitais nos Estados Unidos, a Securities and Exchange Commission (SEC).

Segundo informações da Reuters, para ter direito à recompensa é preciso que o denunciante tenha informado o caso primeiro aos departamentos internos de fiscalização de suas empresas, mas logo depois a mesma informação deve ser encaminhada ao governo. Além disso, a informação precisa ter sido concedida voluntariamente pelo autor da denúncia.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O governo dos Estados Unidos também precisa receber o dinheiro que lhe é devido como resultado da fraude em questão e as informações fornecidas pelo delator precisam resultar em sanções impostas judicialmente com valor superior a US$ 1 milhão.

Caso o sujeito se enquadre em todos os itens da SEC, as autoridades regulatórias vão analisar a relevância da informação e a assistência do denunciante para definir o valor da recompensa. A quantia fica em torno de 10% e 30% das sanções impostas pela SEC e outras autoridades regulatórias americanas.

No caso da HP, a Reuters diz que o delator é um importante executivo da Autonomy que permaneceu na empresa após a aquisição pela Hewlett-Packard.

A HP calcula que o prejuízo sofrido com o golpe foi de 9 bilhões de dólares, o equivalente a 18,7 bilhões de reais. Tudo aconteceu quando a Autonomy inflou seus dados financeiros antes da venda, fazendo com que ela fosse comprada por muito mais do que realmente valia.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.