HP pode vender algumas de suas divisões de baixo desempenho

Por Redação | 02.01.2013 às 17:25

A Hewlett-Packard está disposta a dar a volta por cima em 2013, nem que para isso precise vender algumas de suas divisões - desde que estas não estejam ajudando a companhia a atingir suas metas. "Nós também continuamos avaliando a disposição potencial dos ativos e empresas que já não podem nos ajudar a alcançar nossos objetivos", explicou a CEO da empresa, Meg Whitman, segundo informações da Bloomberg.

Whitman está trabalhando para reverter a situação causada por cinco trimestres consecutivos de declínio nas vendas da HP e anos de negócios mal feitos, confusão na gestão e erros estratégicos. A Hewlett-Packard é conhecida por ser a maior fabricante de computadores pessoais e impressoras do mundo, e está analisando os fatores de risco que envolvem as possíveis vendas de algumas de suas divisões.

"Quando decidimos vender ativos ou uma empresa, podemos encontrar dificuldades em encontrar compradores ou estratégias alternativas de saída em termos aceitáveis em tempo hábil, o que poderia atrasar a realização de nossos objetivos estratégicos", explica a HP em seu registro realizado na Securities and Exchange Commission (Comissão de Valores Mobiliários) dos Estados Unidos.

O órgão é quem regulamenta, controla e supervisiona o mercado americano, para proteger o investidor e manter a integridade do mercado de títulos e valores mobiliários do país. O registro da Hewlett-Packard disse ainda: "(é possível) dispor de um negócio a um preço ou em termos que são menos desejáveis do que tínhamos previsto". E concluiu: "o impacto da alienação em nosso crescimento de receita pode ser maior do que o previsto".