Groupon anuncia uma série de demissões

Por Redação | 09 de Novembro de 2012 às 13h11

O Groupon admitiu que, nos últimos seis meses, demitiu 648 funcionários da sua equipe de vendas. Segundo o BusinessInsider, a companhia possui mais de 10 mil funcionários em todo o mundo.

O Groupon ainda é uma empresa rentável, porém, tem experimentado uma situação não muito confortável. A empresa viu seu fluxo de caixa cair de US$ 64 milhões no segundo trimestre de 2012 para US$ 42 milhões no terceiro trimestre.

As coisas na Bolsa de Valores também não andam muito boas, já que a empresa viu suas ações caindo para um novo recorde de baixa na última semana. No momento elas estão sendo negociadas a US$ 3,85, um valor muito menor do que os US$ 20 de um ano atrás, no momento da sua Oferta Pública Inicial.

PECHINCHAS, CUPONS, COISAS GRÁTIS? Participe do nosso GRUPO DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A crise na Europa interferiu diretamente nos resultados negativos do Groupon, que esperava muito mais de seus clientes. A economia não está aquecida e houve cortes nos gastos na região, o que diretamente influenciou na decisão dos consumidores em não optar por compras de valores mais altos nas ofertas coletivas.

Recentemente o Groupon foi expulso do Comitê de Compras Coletivas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico por disponibilizar ofertas contrárias às normas da organização.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.