Governo prevê mudanças nas regras para fabricantes de tablets no Brasil

Por Redação | 11.10.2012 às 19:40

O Governo está revendo as exigências que fez aos fabricantes de tablets que desejam se instalar no Brasil e conseguir alguns incentivos fiscais. A princípio, a imposição era de que 30% dos chips de memória presentes nos tablets fossem produzidos no país, agora o governo pensa em baixar essa taxa para 20%.

O plano do governo para 2013 também dizia que 50% dos aparelhos deveriam sair do país com memórias RAM, utilizadas em notebooks e Ultrabooks, produzidas em território nacional. Agora, tudo indica que essa taxa cairá para 20%.

O Processo Produtivo Básico (PPB) é o conjunto de regras que definem quando o Governo pode deixar de recolher os impostos sobre determinados produtos. No caso dos tablets, com os incentivos, é possível que os produtos "made in Brazil" custem até 30% menos para o usuário final.

O objetivo deste processo é estimular a indústria nacional, oferecendo vantagens para que fabricantes, como a Foxconn, comprem componentes de fornecedores brasileiros. Dessa forma, nosso país não será apenas o local de montagem dos gadgets.