Governo coreano ordena LG a interromper operações em fábrica de TV após acidente

Por Redação | 14.01.2015 às 15:12 - atualizado em 14.01.2015 às 15:52
photo_camera Reprodução

Na última segunda-feira, uma fábrica de telas OLED da LG, localizada na cidade de Paju, na Coreia do Sul, sofreu um vazamento de gás que resultou na morte de 2 trabalhadores terceirizados, além de deixar outros feridos. A causa do acidente foi ligada a um vazamento de nitrogênio que, aparentemente, ocorreu quando funcionários de uma empresa contratada estavam realizando serviços de manutenção.

No dia do ocorrido, a LG informou que trabalharia em conjunto com as autoridades para determinar as causas do acidente, mas as coisas podem ficar ainda mais sérias para a empresa, já que ontem à noite o Ministério do Trabalho sul-coreano ordenou que todas as operações sejam suspensas na fábrica.

As autoridades irão investigar as causas do vazamento, e até que a origem do problema seja encontrada, a fábrica permanecerá sem funcionar, o que pode prejudicar profundamente a divisão de telas da empresa, a LG Display, apesar de porta-vozes não comentarem o impacto financeiro.

Segundo reportes, a interrupção das atividades possivelmente provocará um atraso, inclusive, no lançamento de alguns modelos de TVs, dependendo da duração das investigações.