Google vai pagar "infinitos milhões de dólares" para hackers

Por Redação | 25.02.2015 às 13:20

O Google anunciou novos detalhes da sua competição intitulada Pwnium. Para quem não conhece, a Pwnium permite que pesquisadores de segurança, e hackers em geral, descubram falhas no Google Chrome e as relatem para a companhia em troca de uma recompensa em dinheiro.

Nos últimos anos, a gigante da web distribuiu uma enorme quantia em dinheiro para aqueles que conseguiram encontrar brechas de segurança em seu navegador, e agora resolveu mudar o alcance da competição de forma significativa. O Pwnium costumava ser realizado apenas uma vez por ano, mas agora os pesquisadores poderão reportar suas descobertas durante o ano inteiro.

E a questão financeira? A competição costumava pagar entre US$ 500 e US$ 50 mil, dependendo da gravidade da falha descoberta. Agora, de acordo com um post feito por Tim Willis, um "hacker filantropo" que faz parte da equipe de segurança do Chrome, em um dos blogs oficiais da empresa, o Google está disposto a pagar até "infinitos milhões" pelas descobertas.

Mas as obrigações legais fizeram com que a companhia destacasse que "este é um programa de recompensas experimental e discricionário, e o Google poderá cancelar ou modificar o programa a qualquer momento".

Os motivos para a mudança seriam, entre outros, o fato de que os pesquisadores geralmente descobriam bugs importantes ao longo do ano, mas esperavam até a data da competição para denunciá-los e, assim, receber sua recompensa em dinheiro. Esse era um pedido constante dos pesquisadores.

Infelizmente, brasileiros não poderão participar do programa Pwnium. Além do Brasil, moradores da Itália, Quebec, Cuba, Irã, Síria, Coreia do Norte e Sudão também foram excluídos do concurso.