Google supera Apple e se torna a marca mais valiosa do mundo

Por Redação | 21 de Maio de 2014 às 13h16

Pela primeira vez desde 2010 a Apple não é a marca mais valiosa do mundo. De acordo com pesquisa da Millward Brown, que publica o conceituado relatório anual BrandZ, a primeira posição agora pertence ao Google. A empresa obteve a liderança devido às suas inovações recentes, como o Google Glass, além da continuidade de seu sucesso no mercado mobile.

Parcerias e aquisições de empresas com novas ideias, bem como o foco em mercados de saúde, por exemplo, também foram citados. De acordo com a consultoria, projetos como o Project Loon, iniciativas de inteligência artificial e a união com instituições de saúde em busca de novas formas de medição no nível de glicose no sangue também fizeram com que o Google se destacasse nos últimos meses.

BrandZ 2014

De acordo com as estimativas da pesquisa, publicadas pelo site Business Insider, o valor da marca cresceu 40% em relação ao ano passado, chegando a US$ 158,8 bilhões. A antiga campeã, a Apple, teve queda de 20% no mesmo período, passando a valer US$ 147,8 bilhões, mas mantendo grande distância do terceiro colocado, a IBM.

Na visão da Millward Brown, as quedas no faturamento e a dificuldade da Apple em ser superior a concorrentes como a Samsung, por exemplo, geraram a redução no valor da marca. A perda de valor em alguns mercados, como o fonográfico, já haviam causado quedas na percepção da marca da Maçã na edição 2013 da pesquisa, mas a redução ainda não havia sido suficiente para que ela perdesse a primeira colocação.

Na terceira colocação está a IBM, com queda de 4% e valor percebido em US$ 107,5 bilhões, seguida pela Microsoft, com aumento de 29% e US$ 90,1 bilhões. Em quinto lugar vem o McDonalds, com US$ 85,8 bilhões e redução de 5%. No período, Visa e Amazon foram as marcas que apresentaram maior crescimento, com 41% de aumento cada.

Apesar de não revelar abertamente sua metodologia, a consultoria afirma chegar à precificação de marca utilizando fatores como o valor financeiro das companhias, bem como a percepção que ela possui junto ao público. Fatores como inovação, exclusividade e lealdade dos clientes também são levados em conta.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.