Google removeu 350 milhões de anúncios irregulares em 2013

Por Redação | 20.01.2014 às 09:00

O Google anunciou nesta sexta-feira (17), no blog do AdWords, que removeu 350 milhões de anúncios irregulares do serviço em 2013. O número mostra uma melhora significativa em relação a 2012, quando 220 milhões de anúncios foram removidos.

Segundo a companhia, trata-se de um aumento de aproximadamente 59%. Para se ter uma ideia, se uma pessoa visse um anúncio por segundo, levaria mais de 10 anos para acabar de vê-los.

Já o número de anunciantes que foram banidos pela gigante de buscas caiu, indo de 850 mil em 2013, para 270 mil no ano passado, o que representa uma queda de mais de 68%. O Google afirma que a diminuição é por conta de suas telas de segurança, que avisam a possibilidade de scammers.

Falsificações e lista negra

O Google também revelou que as tentativas de vender produtos falsos no AdWords diminuiu 82% em 2013, sendo que em 2012, a porcentagem era de 47%. Enquanto isso, o volume de reclamações sobre esses anúncios caiu 78% no ano passado, ante 85% em 2012. Cerca de 14 mil anunciantes foram proibidos de vender tais produtos no ano passado, o que representou uma queda de mais de 80% em relação a 2012.

Por fim, o Google colocou mais de 200 mil páginas em sua lista negra até o final de 2013, um declínio notável em relação a 2012, quando o número chegou a 3 bilhões. Acompanhando isso, 250 mil contas foram removidas no ano passado por violação na política do serviço, sendo que 5 mil delas eram apenas relacionadas à violação de direitos autorais (cerca de 25% a mais em relação a 2012).