Google irá bloquear publicidade em sites que oferecem conteúdos piratas

Por Redação | 17 de Julho de 2013 às 18h00

O Google anunciou que irá bloquear publicidades que são distribuídas através de suas ferramentas em sites que oferecem conteúdos piratas na web. Com a ajuda de empresas terceiras que trabalham na criação de mecanismos para o bloqueio de anúncios, o Google pretende acabar com receitas geradas a partir de conteúdos ilegais.

Com a medida, qualquer pessoa detentora de conteúdos protegidos por direitos autorais como filmes, músicas e textos que estão sendo distribuídos ilegalmente poderá enviar um alerta para que os anúncios sejam removidos da página pirata. O objetivo é impedir que o site ganhe dinheiro com publicidade, mesmo conseguindo manter no ar links ilegais.

Sites piratas costumam oferecer serviços gratuitos graças à grande quantidade de publicidade que conseguem vender a partir das ferramentas do Google e de outros anunciantes, como é o caso do Pirate Bay. Segundo o The Guardian, o site britânico Surfthechannel faturou 35 mil libras (R$ 117 mil) no mês até janeiro deste ano, quando seu fundador foi preso.

O Google colaborou em julho de 2012 com uma pesquisa que comprovou que 86% do lucro dos sites de compartilhamento de músicas é proveniente de anúncios, o que corrobora para mantê-los longe de serviços de pagamento eletrônico como PayPal, Visa, Master Card, entre outros.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.