Google encerra definitivamente o Gtalk para favorecer Hangouts

Por Redação | 24.02.2015 às 09:42

Nesta segunda-feira (23), o Google encerrou definitivamente o Gtalk, o serviço de bate-papo criado em 2005. Agora a empresa quer que todos os usuários migrem para o Hangouts, que foi criado há dois anos e é o principal serviço de troca de mensagens da empresa no momento.

O fim do Gtalk já havia sido anunciado na semana passada no perfil de Mayur Kamat, gerente de produtos do Hangouts e Google Voice, no Google+. "Isso vai permitir que nossa equipe se concentre em oferecer uma experiência de comunicação mais robusta e expressiva com o Hangouts", disse Kamat.

A verdade é que o Google nunca tentou esconder seus planos de dar um fim ao Gtalk. Em maio de 2013, o programa foi substituído pelo Hangouts como mensageiro oficial no Android. Em outubro, a empresa disse que deixaria de oferecer o Gtalk como um aplicativo do Windows. E, finalmente, ontem, quem tentou baixar o app foi automaticamente redirecionado para o Hangouts.

Segundo Kamat, o Hangouts já conta com milhões de usuários pelo mundo e tem muito mais funções que o Gtalk, como SMS, chamada de vídeo em grupo e ligações telefônicas.

Mas, algo que fazia com que muitos usuários preferissem o Gtalk era a possibilidade de conversar através do desktop, algo muito mais complicado no Hangouts.

No novo serviço, é preciso instalar uma extensão do Chrome para conversar com seus amigos. Como se não fosse o bastante, o programa é bastante inconveniente e exige que o navegador seja aberto para poder ser usado. Isso ainda faz com que muitos usuários prefiram o antigo programa de bate-papo.

Alternativa

Se você é um daqueles que realmente não quer o Hangouts em sua vida, seu último recurso são os chamados aplicativos de terceiros. Serviços como o Pidgin, muito popular no Linux, Trillian e Miranda IM são capazes de acessar a rede do Gtalk e oferecer uma experiência bacana. A interface dos apps é mais simplificada que a do Hangouts e pode ajudar na hora da migração.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/tec/2015/02/1593741-gtalk-e-desativado-apos-10-anos-em-favor-do-substituto-hangouts.shtml